quinta-feira, 6 de março de 2014

2 PE 2.1, FALSOS PROFETAS QUE NEGARAM O SENHOR QUE OS RESGATOU



            O que nós fazemos com 2 Pe 2.1? Ele está dizendo que as pessoas perdem sua salvação ou que Jesus pagou pelos pecados de todas as pessoas? Nenhuma das alternativas.

            Pedro endereçou a sua primeira epístola aos judeus dispersos (1 Pe 1.1), assim como Tiago estava endereçando às doze tribos da dispersão (Tg 1.1). Em ambas as epístolas Pedro fez referência ao velho testamento muitas vezes: 1 Pe 1.22-25; 2.6-9; 2.24; 3.8-12; 2 Pe 2:5-8; 2:21; 2 Pet. 3:4-6.
           
            Portanto, parece natural concluir que ele está fazendo referência ao velho testamento quando ele fala sobre as pessoas serem resgatadas. Considere Deuteronômio 32.6 que diz: “É assim que recompensas ao Senhor, povo louco e insensato? não é ele teu pai, que te adquiriu, que te fez e te estabeleceu?” Moisés estava endereçando aos israelitas rebeldes que se voltaram contra Deus “não é ele teu pai, que te adquiriu?” Pedro diz em 2 Pe 2.1 que “houve também entre o povo” provavelmente se referindo ao velho testamento e então diz: “como entre vós haverá falsos mestres”. Pedro muda do tempo passado para o tempo futuro se referindo aos falsos mestres de tempos passados e falsos mestres por vir. Faz sentido entender que Pedro está fazendo referência ao judeu libertado da escravidão no Egito. Mas Pedro não está falando de ser nascido de novo, ser redimido, ou tendo os pecados pagos. Ele está falando sobre os falsos mestres que foram libertados da escravidão no Egito, que deveriam ter escutado ao profeta (Moisés) de Deus, mas se rebelaram contra a obra de Deus providenciada para eles.

Fonte: http://www.calvinistcorner.com/2Peter2-1.htm

Um comentário: