quarta-feira, 24 de setembro de 2014

TEXTOS DE PROVA ANOTADOS: UM CASO EXEGÉTICO PARA O CALVINISMO – IS 46.10-11



que anuncio o fim desde o princípio, e desde a antiguidade as coisas que ainda não sucederam; que digo: O meu conselho subsistirá, e farei toda a minha vontade; chamando do oriente uma ave de rapina, e dum país remoto o homem do meu conselho; sim, eu o disse, e eu o cumprirei; formei esse propósito, e também o executarei.” (Is 46.10-11)
            Aqui os três particípios fazem uma ligação direta entre profecia preditiva (declarando o resultado no início) e a intervenção divina na história (chamando do oriente uma ave de rapina). Como vários comentaristas têm notado, os três particípios se movem do geral para o particular para o específico. No primeiro exemplo, Deus conta em geral o que acontecerá no futuro. Ele pode fazer assim porque o futuro está totalmente formado por seus planos e desejos. Este é o mesmo ponto que foi feito no capítulo 14 concernente à Assíria (24-27). Os planos da Assíria para Judá eram realmente de pouca importância. São os planos do Senhor para a Assíria que a grande nação deveria ter prestado atenção (veja também 22.11; 37.26).

            Este pensamento é resumido nas afirmações no final do verso 11. A repetição serve para enfatizar a conexão inabalável entre a promessa e o cumprimento, entre a conversa divina e a ação divina. Este paralelismo sublinha novamente que a razão de Deus poder contar o que acontecerá é que o que acontece é apenas um completamento de seus eternos propósitos. (John Oswalt, The Book of Isaiah: Chapters 40-66 (Eerdmans 1998), 236-37).

Tradução: Francisco Alison Silva Aquino

Fonte: http://triablogue.blogspot.com.br/2014/07/annotated-prooftexts.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário